Kaya Cards from Mozambique (Baralho Criativo)

By: Joseph Mata

0
946

Confrontado com a questão do porque da necessidade de trazer a luz a Kaya Cards, Lauro Munguambe, Jovem criativo Moçambicano trouxe uma explanação exaustiva em relação a este único e enriquecedor projecto.

Kaya é um conceito que de imediato significa casa, em várias línguas Bantu, do sul de Moçambique e não só. Neste baralho que è o primeiro moçambicano, que essa Kaya è mobilada pela sua história, cultura e o folclore, numa abordagem que tem como propósito preservar e eternizar  a tradição, sempre consciente de que ela não é estática, é um processo em permanente timetamorfose.

O baralho continua com os padrões classicos e mundiais, distinguindo-se pelo facto de, no seu grafismo, explorar elementos que, enquanto moçambicanos (cidadãos do mundo), nos torna singulares, únicos.

É neste contexto que importa realçar que: Coração – Amor é aqui compreendido enquanto a capacidade de se colocar no lugar do outro, nesta capacidade de se anular e permitir-nos ser Kaya confortável para o outro, como se fosse sua.

Ouro – A Riqueza, neste baralho, é referente a possibilidade de ter essas pessoas ao nosso redor que tem no amor um estilo de vida, um amparo, um ombro, colo para chorar as nossas dores e uma capulana para nos enxugar as lágrimas.

Flores – Natureza é o meio à nossa volta, são os verdes campos, as aves, os pássaros, o mar do Indico que nos banha a costa, a terra onde buscamos os nossos medicamentos e que acolhe os nossos antepassados, onde dançamos e celebramos o dom da vida.

Espada – Defesa, estamos a olhar para a necessidade de preservação dos nossos valores
culturais, da diversidade que nos caracteriza, da nossa identidade, rituais e personagens
protagonistas da nossa história de bravuras e fraquezas, de derrotas, vitórias e empates.
Em virtude aos símbolos temos em conta que:

King – Simboliza o reinado ou melhor a etapa dos grandes nomes na revolução histórica até a nossa independência.

Queen –  é a mulher da qual brota a vida, através da qual perpetua-se a existência humana, é como a terra que possibilita que haja plantas, oxigênio. É o ser sensível que contribui na sociedade com o amor de mãe.

Valente – O mundo folclórico ou mais a diversidade juvenil onde interliga o cotidiano passado com o presente, Ās – Designado como as riquezas Naturais africanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui